Infraestrutura do PPGBiotec

 

LABORATÓRIOS

O programa dispõe atualmente de 11 laboratórios (aproximadamente 1000 m2) que atendem o ensino e a pesquisa da pós-graduação em Biotecnologia. Os laboratórios oferecem suporte técnico que viabilizam o desenvolvimento das 6 linhas de pesquisa presentes nas duas áreas de concentração do programa.  Portanto, a  diversidade de modelos do grupo de pesquisa conflui para a geração de conhecimentos em biotecnologia de uma maneira multidisciplinar.

Os laboratórios são:

1. Laboratório Multiusuário da PG Prof. Moacyr Dunham de Moura Costa

2. Laboratório de Imunologia e Biologia Molecular

3. Laboratório de Biotecnologia e Ecologia de Microrganismos (LABEM)

4. Laboratório de Virologia

5. Laboratório de Parasitologia

6. Laboratório de Microbiologia

7. Laboratório de Microbiologia Aplicada e Bioprospecção (PROSPECTOR)

8. Centro de Biofotônica a) Laboratório de Experimentação Animal b) Laboratório de Fotomicrografia Anton van Leeuwenhoek c) Laboratório de Espectroscopia Biomolecular C V Raman e) Laboratório de Cultura de Células e Biologia Celular

9. Laboratório de Alergologia

10. Laboratório de Propriedades Óticas LaPO, Instituto de Física UFBA

11. Laboratório Multiusuário de Microscopia Eletrônica de Varredura da UFBA

Todos os laboratórios estão equipados e funcionando através de financiamentos de projetos privados, CAPES, CNPq e/ou FAPESB.

 

Laboratório Multiusuário da PG – Prof. Moacyr Dunham de Moura Costa

Esse espaço de 60m2 foi doado ao programa do curso de PGBiotec em 2012 e está em funcionamento a partir de 2013. Para este laboratório foram aprovados 3 projetos em editais da CAPES e FAPESB. O LABMUSO, como é conhecido, é constituído de 3 ambientes, com bancadas, câmaras assépticas e de segurança para trabalhos com substâncias químicas tóxicas e microrganismos. Possui equipamentos adquiridos com recursos da CAPES Pró-Equipamentos 2010 tais como Termociclador VERITI 96 WELL – APPLIED BIOSYSTEMS, Agitador Tipo Vortex para Tubos De 0,5 A 50 Ml (MARCA VIXAR), Mesa agitadora orbital sem temporizador (MARCA CIENTEC), pH-metro 0,0-14,0 (MARCA PHTK), Balança Analítica 0,01g Cap 310g (MARCA BEL), Balança de precisão, cap 1000g (MARCA BEL), Fonte de eletroforese LPS 300V (MARCA LOCCUS), Microcentrífuga refrigerada (MARCA THERMO) e aqueles adquiridos com recursos Projeto Proinfra – FAPESB, como Estufa Microprocessada para  Cultura de microrganismos – Quant. 2, Estufa Mini-IncubadoraMicroprocessada, Freezer Horizontal, 213 L, 1p, 127 V - Quant. 2, Refrigerador Doméstico, 1 Porta, 127 V - Quant. 2, Sistema de Purificação/Ultra filtração Água Ir/Uv, Equipamento Nobreak, Vórtex  - quant. 2, Agitador Orbital com controle de temperatura - quant. 3, Estabilizador de voltagem  - quant. 3, Potenciômetro - quant. 2, Termociclador, Conjunto para eletroforese vertical, conjuntos de micropipetas, vidrarias, reagentes e meios de cultura, com instalações elétricas, hidráulicas, rede para internet, todos operacionais. Este laboratório, de perfil multiusuário, é gerenciado por um experiente professor do quadro docente permanente, e é utilizado por mestrandos e doutorandos (de diversos orientadores) que desenvolvem suas atividades básicas dos seus experimentos, além de aprender a lidar corretamente com os instrumentos e equipamentos. Neste laboratório também atuam estudantes de iniciação científica que desenvolvem seus projetos sob a supervisão de mestrandos e doutorandos.

 

Laboratório de apoio a Graduação

Este laboratório instalado e inaugurado em 2012 possui bancada, rede hidráulica, telefonia, internet e elétrica funcional e os seguintes equipamentos adquiridos através do REUNI: Freezer Vertical - 320 l, Marca: GE - quant. 3, Estabilizador de tensão, CAP, Marca SMS, Incubadora de Bancada Shaker, SL 222, agitação orbital, Capela de fluxo laminar p/ proteção microbiológica, Autoclave vertical, 20 l, Marca: FANEM, Espectrofotômetro SP-22, bioespectro, ultravioleta digital microprocessado, Banho Maria Digital, marca: EDULAB, Refrigeradores FrostFree, 02 portas, marca: Consul - quant. 3, Termociclador bloco duplo 96 X 0,2, Incubadora de CO2 com jaqueta de ar, desinfecção por UV, Liofilizador de bancada, modelo L 101, temp. até 55º, Capela de exaustão de gases em fibra de vidro, janela de acrílico, Aparelho para determinação de ponto de fusão, Manta aquecedora útil p/ aquecimento de balões de até 1 litro, corpo isolador, PHmetro digital de bancada, marca: Del Lab - quant. 2, Banho ultrassônico com aquecimento, marca: Cristofoli, Chapa aquecedora média, marca: Nova Técnica, Centrifuga refrigerada microprocessada, Refratômetro Digital, marca: Atago, Bomba de Vácuo em bronze fundido, marca: Quimis, Forno micro-ondas, cap. 20 l, Midea, Estufa para cultura e bacteriologia por convecção 81 l, Fonte de eletroforese, 300 V.

 

Laboratório de Imunologia e Biologia Molecular

a) o Laboratório de Imunodiagnóstico que ocupa uma área de 378 m2, dividida em 12 salas, entre laboratórios, sala de aula, salas de professores/pesquisadores etc. Além de apoiar projetos de pesquisa, este setor realiza uma rotina anual de cerca de 400.000 exames sorológicos para pacientes do SUS e oferece estágios e reciclagem para estudantes e profissionais. Possui oito sistemas automáticos de imunoensaios, três deles através de ELISA convencional, três utilizando a imunoluminescência e dois a imunofluorimetria. Possui sólida infraestrutura de informática, comum CPD com potente servidor e uma rede de 16 microcomputadores em intranet e conectados com a internet. Tem ainda uma câmara fria com 5,2m2 e diversos equipamentos menores como leitores e lavadoras para ELISA, pH-metros, agitadores, balanças analítica e de precisão, centrífugas, geladeiras e freezers;

b) o Setor de Pesquisa, com 392 m2, compreendendo três setores: o Laboratório de Estudos da Imunidade em Animais Domésticos, tendo um freezer à -70º C, um liofilizador, uma estufa bacteriológica uma estufa CO2, duas capelas de fluxo laminar (uma horizontal e outra vertical), uma centrífuga refrigerada de bancada, uma centrífuga 3.600 rpm, um microscópio óptico de transiluminação, um microscópio óptico invertido, um sistema para ELISA (leitor e lavadora), dois agitadores, uma balança de precisão e outra analítica, um pHmetro, dois sistemas completos para eletroforese em gel e um sistema para western blotting; o Laboratório de Estudos de Imunidade em Doenças Humanas, possuindo uma estufa CO2,duas capelas de fluxo laminar (uma horizontal e outra vertical), uma centrífuga refrigerada de bancada, uma centrífuga 3.600 rpm, uma microcentrífuga, um termociclador, dois agitadores, uma balança de precisão e outra analítica, um pHmetro, um sistema completo para eletroforese em gel, e um sistema para western blotting, um espectrofotômetro UV-visível e um sistema para cromatografia de alta performance; o Laboratório de Genética Molecular possui um sequenciador de DNA com oito capilares, um termociclador para PCR em tempo real, três termocicladores convencionais, dois sistemas de fotodocumentação, uma capela de fluxo laminar, uma centrífuga refrigerada, um citômetro de fluxo, três sistemas completos para eletroforese em gel, um freezer a -150º C., dois microscópios ópticos completos (transiluminaçãoincandescente, fluorescência, contraste de fase e polarização), acoplados com sistema de captura com software para captura convencional e FISH. Cada um destes laboratórios tem um conjunto de duas geladeiras e dois freezers e cerca de cinco microcomputadores, além daqueles conectados aos instrumentos. Em área comum possui pias para lavagem,  equipamentos para esterilização, purificação de água e máquina de fazer gelo. Ainda como estrutura comum para estes laboratórios, existe uma sala para estudantes com cinco microcomputadores, uma sala de reuniões / aulas com um Datashow e um microcomputador acoplado em monitor de 20’’, uma sala climatizada para ratos, uma para camundongos,  outra com uma capela estéril para manipulação destes animais e uma área coberta para refeições.

 

Laboratório de Biotecnologia e Ecologia de Microrganismos (LABEM)

Possui uma área física total de 150m2, distribuídos em 9 compartimentos separados, todos com controle de temperatura, onde são realizadas atividades de pesquisa e extensão utilizando métodos microbiológicos convencionais e moleculares, técnicas cromatográficas (Iônica), microscópicas moleculares (FISH), cultivo de anaeróbios e microaeróbios, preservação de recursos biológicos e genéticos (freezer e liofilização), sala de pré-PCR, almoxarifado, central elétrica. O laboratório, dotado de instalações elétricas e hidráulicas operacionais, possui certificado de Biossegurança No 0099/99, nível 2, emitido pela CTNBio do MCT(1999). Dentre esses equipamentos destacam: Destiladores cap. 250 L/h, Sistema purificação de água por osmose reversa (Milli-Q) Millipore, Sistema de filtração de água por infravermelho Biocell (Millipore), Autoclave horizontal capacidade 100 l (BAUMER), Autoclave horizontal capacidade 25 l (Phoenix), multi-incubador (2007), estufas em geral (3) sendo 2 microporocessadas, BOD, porosímetro, cromatógrafos a gás e iônico, Microscópio de Epifluorescência Olympus com câmara de vídeo e software para contagem de células (2005), Espectrofotômetros, máquinas de PCR, centrífugas, Gabinetes de fluxo laminar (02) sendo um com exaustão para ensaios e pesagem de substâncias tóxicas, Sistema purificação de água (Milli-Q), Microcentrífuga refrigerada Savant(1998), EPPENDORF (2006, 2007), TermoclicadorBiometra (1998); Sistema de anaerobiose por substituição de atmosfera (1988), Cromatógrafo Gasoso (1988) e Cromatógrafo eletroquímico, de fluorescência e de condutividade elétrica (Dionex ICS 3000) (2005, 2007), Espectrofotômetro de Raio X (2010), Thermomix (2001), Sistema de Criopreservação (2001), Sistema Fotodocumentação MP4 UV/Visível (2001), Sistema de documentação em luz azul (2008), Aparelhos de eletroforese (1998), Bombas de vácuo1/3 CV, Estufa com agitação Innova 4080 (2001), Microincineradores (2001, 2004, 2007) sendo dois elétricos, pHmeterCorning (2001), Microcomputadores desktop (2001,2003, 2005, 2007) e laptop (2003, 2006, 2008, 2011, 2011), Sistemas de anaerobiose (BACTRON IV, 2004 e III, 2007 ), epMotion (Robô para preparação de amostras - Eppendorff, 2008), Refrigeradores modernos (4) com porta dupla de vidro (2) e dois side-by-side com portinhola de acesso, Leitora multiespectrofotométrica (Victor 3, PE-2005), PCR em tempo real 7500 (ApplBiosystems, 2005), sistema DGGE (2008), Biorreatores sendo dois de vidro com diversas células e um tipo duplo em aço 2507 (2008) com capacidade para 4 litros cada um, dotados de sistemas de controle de temperatura e monitoramento de cloreto, pH e Eh. Há outro reator da Siris de 1 L de capacidade, com agitação (2010), dotado de plataforma para atualização e ampliação de escala. Clusters de computadores, condições de pressão, anaerobiose e temperatura apropriadas, microscópios, Microscópio Ótico Nikon (1987), Bombas peristálticas (2005, 2007) e blocos aquecedores (2005), Liofilizador (2007), Freezer a -86°C da Forma - Thermolectron (2006) com backup de CO2, Tensiômetro para medidas de tensão IF e superficial, Homogeneizador de amostras sólidas (2010), Cuba com Ultrassom, várias bombas peristálticas, centrifugas de bancada (2), Centrifuga refrigerada Eppendorf 45R (2010), Liofilizador, Sistema de purificação de água Biocell e Millipore (industrial com capacidade para processar 250 L.h-1). Em 2010, foi criada a coleção de culturas de microrganismos do LABEM (CCMICS) a qual conta com cerca de mil exemplares de cepas de bactérias e fungos, sendo que a maioria isolada de amostras da indústria de petróleo. Possui diversos pequenos equipamentos funcionais. Uma sala de Pré-PCR onde são preparadas as amostras. Possui, além disso, sistema de vídeo conferência, sala para secretaria, alunos de PG (08), para pós-doutorado (02) e professores (04). Interligado à web através de cabo de fibra ótica.

 

Laboratório de Virologia

As atividades desenvolvidas incluem cultura de células animais, isolamento viral, diagnóstico sorológico viral, produção de anticorpos monoclonais e técnicas de biologia molecular. O Laboratório de Virologia atualmente consta de duas salas de 62 metros quadrados e outra de 40 metros quadrados nas quais se desenvolvem estudos nas áreas de virose humana e animal. O Laboratório de Virologia conta com a seguinte infraestrutura: 1 Fluxo laminar horizontal para vírus, 1 Fluxo laminar vertical para cultivo de células, 2 Fluxos laminares horizontal tipo bancada para trabalhos com DNA/RNA, 1 sequenciador DNA, 1 microscópio invertido para cultura de células, 1 microscópio de fluorescência com sistema de fotografia, 1 microscópio ótico de campo claro, 1 Leitor de ELISA, 1 bomba de vácuo/tanque Millipore para filtração de meios, 1 banho-maria, 2 pH-metros, 1 estufa de secagem, 2 estufa de esterilização, 1 autoclave, 3 Termocicladores para PCR, 2 sistemas de eletroforese vertical para SDS-PAGE , 1 sistema de transferência eletroforética, 2 sistemas de eletroforese horizontal, 2 Balança digital, 4 Freezers, 4 Geladeiras, 1 freezer -70º C, 2 estufas de CO2, 1 centrífuga refrigerada HITACHI, 1 centrífuga p/ tubos de mesa. 3 Microcentrifuga p/tubos eppendorf, 1 blocos p/ aquecimento, 3 agitadores magnéticos, 1 transiluminador de luz ultravioleta, 1 sistema de fotografia para transiluminador, 1 sistema de fotografia com, transiluminador/sistema digital, 2 Sistemas de purificação ultra-pure de água Milli-Q, 15 Micropipetas de precisão.

 

Laboratório de Parasitologia 

Possui sala de cultivo celular com fluxo laminar vertical, centrífugas, freezer e geladeira exclusivos para esse procedimento; freezer -70C; Leitor de ELISA; freezers, geladeira.

 

Laboratório de Microbiologia

Fluxo laminar vertical, vidraria, incubadoras CO2, incubadoras microbiológicas, autoclave, freezers, geladeiras, agitadores (shakers).

 

Laboratório de Microbiologia Aplicada e Bioprospecção

Ocupa uma área de 18m2, dotado de duas câmaras assépticas tipo biológica II, estufas microbiológica, microscópio óptico, microscópio de fluorescência, centrífugas, freezers, geladeiras, autoclave. Termocicladores, sistema DGGE (2013) e diversos outros equipamentos que estão sendo adquiridos com o novo projeto financiado pela PETROBRAS em julho de 2012, no valor de cerca de 1,3 milhões de reais.

 

Centro de BIOFOTÔNICA

O Centro de Biofotônica é constituído de 5 laboratórios conformem abaixo:

a) Laboratório de Experimentação Animal: Dispõe de salas para realização de cirurgias sob anestesia geral para roedores, sala de manutenção para roedores, sala para manipulação de amostras, vestiário, estar médico e almoxarifado. Adicionalmente dispomos de acessos aos Biotérios da IES, os quais dispõem de biotérios de criação e de manutenção de animais e de infraestrutura para manipulação clínica e cirúrgica de animais experimentais de pequeno porte. 01 Aspirador de Saliva, 01 Balança Eletrônica, 01 Aparelho Purificador de Água, 60 Caixas para Contenção de Animais, 02 Temporizador Digital, 01 Maquina de Tosar,  01Contensor para Coelhos, 01 Autoclave,  01 Destilador de água, 01 Botijão Nitrogênio Líquido, 01Carro para lixo, 01 Carro de transporte, 01 Microisolador para roedores, mobiliário diverso, PC , impressora, vidrarias diversas, instrumentais Cirúrgicos diversos. Rede wireless.

b) Laboratório de Fotomicrografia Anton van Leeuwenhoek: Microscópio Axiostar Plus Trinocular com Iluminação Transmitida para Campo claro e campo Escuro, Marca Carlzeiss, 2 - Câmera digital Axiocam; - PC com Processador Celeron D 347 3.06GHz LGA775 (FSB 533MHz / Cache L2 512KB), VIA® UniChrome9 Graphics integrada; 1GB DDR2 (667), 160GB 7200RPM Serial ATA, DVD-R/RW 18x Dual Layer, AOC 15" LCD LM522;  Software Axiovision Rel. 4.6 Aquisição e gerenciamento de imagens em Windows; Impressora jato de tinta HP Photosmart. AXIOSCOPE A1: Microscópio trilocular com iluminação transmitida de 50w Para campo claro, iluminação refletida com lâmpada de mercúrio De 50w para fluorescência, com carrocel para 4 módulos. AXIOCAM MRc: Câmera digital colorida com sensibilidade para todas as técnicas de microscopia, resolução de 1.4mb e interface Fire. 02 computadores, 02 Impressoras, mobiliário diverso, ar condicionado. Rede wireless.

c) Laboratório de Espectroscopia Biomolecular C V Raman: Sistema Raman InPhotonics - RP2785/12-YY-5, RamanProbe II™ Sonda Raman de imersão para utilização até 200 oC; Para laser de excitação de comprimento de onda de 785 nm; Cabo de 5 metros; Distância de trabalho 7,5 mm (padrão). Escolha de distâncias de 5 mm a 10 mm sem custo adicional. Fibra óptica 100/200 μm. Escolha de 200/400 μm ou 50/100 μm. Laser Cleanlaze™ BRM-785-0.30-100-0.22-SMA: Comprimento de onda 785 +/- 0,5 nm; Largura espectral: 0,3 nm Potência >300 mW; Alimentação 110 – 240 AC 50/60 Hz; Conexão terminal tipo FC/APC Sonda Raman de 105 mm para excitação em 785 nm (BAC100-785; Adaptador para sonda Raman BAC100; Fixador da sonda Raman BAC 150;  AndoriDus™ Câmera DU401A-BR-DD, Andor Shamrock™ SR-303I-A, Software Solis™ Software de Espectroscopia, SR-ASM-8010. Conexão, posição ajustável XY para fibra óptica.,SR3-GRT-0300-1000 SR303 GRATG 300-1000 Grade de difração 300 linhas por milímetro 1100 nm, SR3-GRT-0600-1000 SR303 GRATG 600-1000 Grade de difração 600 linhas por milímetro 1000 nm, SR3-GRT-1800-DH SR303 H1800/300-1100 Grade de difração holográfica 1800 linhas por milímetro 300 nm a 1000 nm. 01 PC, 01 impressora, mobiliário diverso, ar condicionado.

d) Laboratório de Microbiologia Robert Hooke: Câmara de Fluxo Laminar Labconcopurifier II class II total exhaust.; Estufa de secagem e esterilização e secagem fanen modelo 315SE, Estufa Bacteriológica  mod JP101, Prolab, Vidraria diversas, Mobiliário diverso, ar condicionado, 01 PC, 01 Impressora, Rede wireless.

e) Laboratório de Cultura de Células e Biologia Celular: Microscópio invertido binoc., ótica plana cromática para campo claro e Contraste de fase; Incubadora CO2 com jaqueta de ar 212 litros a 20% de CO2, 95% de umidade, filtracão, desinfecção por UV, 220 volts; Centrifuga de bancada microprocessada refrigerada temperatura -20°C a 40°C, velocidade regulável de 300rpm a 15000 rpm e capacidade máxima para 1000ml; Autoclave Vertical 30 Litros 30 X 45 X 115cm; Banho-Maria sorologia 45 tubos, capacidade para 5 litros, temperatura de até 60°C, Medidor de bancada digital pH/mv/temperatura 0-14.00 pH de 0 a100°C, com eletrodo combinado soluções e tampões. 01 PC, 01 Impressora, Mobiliário diverso, Vidrarias diversas, ar condicionado. Rede Wireless. Este laboratório teve a sua a capacidade ampliada por projeto sob a responsabilidade do seu coordenador Prof. Antônio Pinheiro, com recursos da CAPES (Edital Infraestrutura 2012) para a aquisição, juntamente com o Programa de PG em Biotecnologia, do modelo mais moderno de um espectroscópio RAMAN.

 

Laboratório de Alergologia

Também localizado no 2º. Andar do ICS dispõe de 2 salas de 60 m2 para ensaios com bancadas para 12 pessoas com diversos equipamentos; 1 sala de 5 m2 de cultivo celular com dois fluxos, 1 sala de 5 m2 com incubadora de CO2 e microscópio invertido1 sala de 10 m2 de cultivo de ácaro 1 sala de 10 m2 - escritório de estudantes; 1 sala de 20 m2. - escritório de professores. Este laboratório dispõe dos seguintes equipamentos: estantes ventiladas com capacidade para abrigar tanto animais normais quanto imunodeficientes; trituradores mecânicos, aparelho de western-blot, leitor de ELISA, lavadora de placas de microtitulação, 2 incubadoras de CO2 5 geladeiras, 6 freezers  -20, 2 freezers 70º C, banho-Maria, 2 centrífugas refrigeradas alta rotação, micro centrífuga, sistema de rotaevaporação com banho termostático e bomba de vácuo, 3 cilindros de CO2, butijão de nitrogênio líquido,  termociclador, máquina de fazer gelo, sistema de cromatografia de interação hidrofóbica, aparelho de western blot , 4 gabinetes de fluxo laminar, 3  microscópios bacteriológicos, 2 esterioscópios, 1 microscópio  invertido, fotodocumentador, incubadora shaker, estufa bacteriológica, 3 estufas BOD, estufa de secagem, autoclave, câmara de exaustão, dissecador de ar, 3 balanças.

 

Laboratório de Propriedades Óticas – LaPO, Instituto de Física – UFBA e Laboratório Multiusuário de Microscopia Eletrônica de Varredura da UFBA.

O LaPo incorporou a nanotecnologia como ferramenta para obtenção de novos materiais e processos de desenvolvimentos de dispositivos. Os trabalhos desenvolvidos pela equipe consolidaram o laboratório como uma unidade com infraestrutura e know-how para investigação teórica e caracterização de propriedades ópticas, magnéticas, condutoras e morfológicas. O grupo também concentra pesquisa na área de energias alternativas direcionadas à conversão de energia solar em térmica e conversão solar fotovoltaica. O grupo detém três patentes de invenção. O Laboratório possui uma área física de 200m. Espectrômetros para a faixa do ultravioleta próximo-visível-infravermelho próximo (0,3 a 2,5 µm), funcionando em reflexão, transmissão, absorção (fotoacústica) e fotocondutividade (desenvolvidos no laboratório). Amplificadores Lockin, fontes de alta tensão e tubos fotomultiplicadores, detectores silício, germânio, PbS, PbSeepiroelétrico, bancada de caracterização de sensores de luz e células fotovoltaicas. Laser Ar+ resfriado por ar e amplificador Lockin. Fontes de corrente e de tensão controladas e multímetros digitais. Criostato de Hélio gasoso até 10K. Bancada de preparação de amostras equipada com capela de fluxo laminar. Forno tipo mufla. Dispositivos de deposição sol-gel e eletrolítica.

 

RECURSOS DE INFORMÁTICA

O programa conta com salas de computadores e núcleos de apoio nos diferentes laboratórios de pesquisa onde é possível encontrar computadores com acesso a rede mundial, vários indexadores e aos periódicos da CAPES. O programa também oferece acesso remoto (VPN) aos sistemas de busca e obtenção de artigos da Biblioteca/UFBA.

Por intermédio do link http://www.pergamum.bib.ufba.br/pergamum/biblioteca/index.php é possível consultar online a disponibilidade de exemplares de títulos de interesse.

A produção acadêmica desenvolvida na UFBA é divulgada através da internet em uma página chamada Repositório Institucional (https://repositorio.ufba.br/ri/). Nessa página é possível se consultar diversas publicações, que podem ser buscadas através do título ou da Unidade. É possível também o acesso a todos os periódicos da UFBA no portal Periódicos UFBA (http://www.portalseer.ufba.br/).

 

BIBLIOTECA

As Bibliotecas Setoriais foram unificadas pelo Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal da Bahia (SIBI), Órgão Suplementar (criado pela Resolução 03/09 do Conselho Universitário), responsável pelo funcionamento sistêmico das bibliotecas da UFBA, a fim de oferecer suporte ao desenvolvimento da pesquisa, do ensino e da extensão (http://www.sibi.ufba.br).

O acervo d SIBI encontra-se totalmente informatizado, possibilitando acesso aos centros de informação do Brasil e do mundo. A UFBA possui políticas de atualização do acervo bibliográfico para a obtenção de um bom patamar de desempenho. As diretrizes básicas sumarizadas:

* Consignação de recursos anuais no Planejamento Econômico-financeiro, para atender a demanda decorrente do natural crescimento institucional, a criação de novos cursos e/ou de novas turmas;

* Reuniões com professores e alunos para indicação de títulos de bibliografia básica das disciplinas do curso ou de áreas conexas, seguindo-se, na elaboração das listas, as referências adotadas pela ABNT.

* Levantamento das estatísticas sobre a demanda dos títulos disponíveis nas estantes para avaliar o grau de aceitação entre os usuários;

* Intercâmbio com editoras e livrarias, com solicitação de exemplares em regime de consignação, para conhecimento do corpo docente;

* Celebração de convênios com instituições similares, com vistas à permuta de livros e periódicos e a troca de experiências de gestão de biblioteca;

* Convites às editoras e livrarias para que utilizem espaços de convivência internos, com exposição de livros, revistas e material bibliográfico;

* Avaliação anual do sistema de catalogação e disposição do acervo nas estantes, tendo em vista a otimização dos serviços.

* Em datas fixadas pela Reitoria, cada coordenador de curso fornece à biblioteca a relação do material necessário para suas atividades de ensino, pesquisa e extensão.